Tutorial deste gadget: http://www.elainegaspareto.com/2015/08/postagens-recentes-com-efeito-fade.html

Efeito reflexão

Views:
Visão

Uma noite, meu Deus, que noite aquela!

Por entre as galas, no fervor da dança,

Vi passar, qual num sonho vaporoso,

O rosto virginal duma criança.



Sorri-me – era o sonho de minh'alma

Esse riso infantil que o lábio tinha:

– Talvez que essa alma dos amores puros

Pudesse um dia conversar co'a minha!



Eu olhei, ela olhou… doce mistério!

Minh'alma despertou-se à luz da vida,

E as vozes duma lira e dum piano

Juntas se uniram na canção querida.



Depois eu indolente descuidei-me

Da planta nova dos gentis amores,

E a criança, correndo pela vida,

Foi colher nos jardins mais lindas flores.



Não voltou; – talvez ela adormecesse

Junto à fonte, deitada na verdura,

E – sonhando – a criança se recorde

Do moço que ela viu e que a procura!



Corri pelas campinas noite e dia

Atrás do berço d'ouro dessa fada;

Rasguei-me nos espinhos do caminho…

Cansei-me a procurar e não vi nada!



Agora como um louco eu fito as turbas

Sempre a ver se descubro a face linda…

– Os outros a sorrir passam cantando,

Só eu a suspirar procuro ainda!…



Onde foste, visão dos meus amores!

Minh'alma sem te ver louca suspira!

– Nunca mais unirás, sombra encantada,

O som do teu piano à voz da lira?!…



Casimiro de Abreu, Setembro 1858


Nenhum comentário:

Postar um comentário